img:Ethereum
Ethereum - ETH
R$ 18.606,12 6.47%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
R$ 0.39000000 5.08%
img:XRP
XRP - XRP
R$ 2,91 0.81%
img:Cardano
Cardano - ADA
R$ 2,40 1.76%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
R$ 1,89 3.71%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
R$ 348.065,54 6.02%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
R$ 0.00010186 8.12%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
R$ 5,47 0.04%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
R$ 4,18 -7.09%
img:Solana
Solana - SOL
R$ 847,62 6.81%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
R$ 18.606,12 6.47%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
R$ 0.39000000 5.08%
img:XRP
XRP - XRP
R$ 2,91 0.81%
img:Cardano
Cardano - ADA
R$ 2,40 1.76%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
R$ 1,89 3.71%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
R$ 348.065,54 6.02%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
R$ 0.00010186 8.12%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
R$ 5,47 0.04%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
R$ 4,18 -7.09%
img:Solana
Solana - SOL
R$ 847,62 6.81%
Crypto for All Crypto for All
a- A+

No final de 2022, surgiu dentro do MB uma ação específica voltada ao desenvolvimento das mulheres. Foi lançado o Programa de Mentoria Crypto Ladies, com foco na ampliação da equidade de gênero por meio da troca de experiências e do apoio mútuo entre as mulheres dentro da organização. A iniciativa foi liderada por um grupo de afinidade e contou com a participação de mentoras externas.

O Programa promoveu uma integração muito bacana entre mulheres de diferentes áreas, o que vai ao encontro de um dos princípios fundamentais do Crypto Ladies: o de que é necessário criar uma rede de conexões e apoio entre as mulheres dentro da organização. 

Equidade de gênero e o papel dos ERGs

As mulheres vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado de trabalho, principalmente no que tange aos nichos que foram dominados por homens durante anos, como o financeiro e o de tecnologia. Porém, ainda temos um longo percurso para atingirmos o que chamamos de “equidade de gênero”. O termo “equidade” é definido pelo dicionário, entre outros significados, como “respeito à igualdade de direitos”. 

 Alguns elucidam de maneira mais assertiva o cenário atual: segundo o IBGE, 34,7% das mulheres ocupam cargos gerenciais, enquanto 62,6% dos homens ocupam a mesma posição. No exemplo citado, equidade de gênero significaria dizer que, dadas as mesmas oportunidades para ambos, 50% das posições de gerência deveriam ser executadas por mulheres e 50% por homens. 

Com o intuito de reduzir as disparidades em inúmeros âmbitos e promover maior diversidade e inclusão, em 2022, o MB criou alguns grupos de afinidade (“Employee Resource Groups” – “ERGs”). Os ERGs são grupos de colaboradores que se reúnem em torno de interesses em comum. São grupos voluntários que costumam se organizar para discutir determinados temas e contribuir para o desenvolvimento das pessoas dentro do ambiente de trabalho. Atualmente, é bastante comum em grandes corporações que os ERGs se concentrem em fornecer suporte e fomentar discussões sobre grupos sub-representados. 

No MB, trabalhamos com quatro ERGs, que focam ações de diversidade dentro da companhia: 

  • Crypto Ladies: equidade de gênero
  • MetaDiverso: inclusão de portadores de necessidades especiais
  • Cripto-íris: diversidade e inclusão LGBTQIA+
  • Pangeia: diversidade e inclusão étnico-raciais

Aqui, como estamos falando do Programa de Mentoria Crypto Ladies, vamos nos restringir a falar sobre esse ERG, mas vale destacar que os quatro grupos têm tido um papel protagonista nas ações de inclusão e diversidade dentro do MB. As iniciativas trazidas vêm se mostrando fundamentais para a evolução da organização dentro desses temas.

Atualmente, o Crypto Ladies é formado por 20 pessoas, que se voluntariaram para criar movimentos importantes no dia a dia da empresa. Neste quase um ano de existência, o grupo criou um canal de conexão entre colaboradoras que vivenciam a maternidade, rodas de conversa sobre violência contra a mulher, posts educativos no canal de comunicação da empresa, criação do planejamento de vagas afirmativas para mulheres e o programa de mentoria voltado exclusivamente para as mulheres do MB.

Tem sido incrível assistir ao desenvolvimento do grupo e à rede de apoio e conexão que as mulheres participantes estão criando. Ao compartilhar dores e experiências, cria-se um senso de empatia e acolhimento. O que também se percebe é que, ao discutir sobre temas relacionados às dores específicas das mulheres no mercado de trabalho, as pessoas tornam-se mais propensas a perceber e se posicionar diante de situações desagradáveis vivenciadas por outras mulheres.

O Programa de Mentoria Crypto Ladies

O Programa de Mentoria Crypto Ladies nasceu logo na primeira reunião do grupo, pensando em uma dor que não é novidade no mundo corporativo: no MB, a maioria das cadeiras de líderes também é ocupada por homens. Assim, o Programa veio no sentido de auxiliar as mulheres em sua trajetória de carreira e gerar um sentimento de empatia e acolhimento. As participantes, acompanhando de perto as mulheres que exercem papéis de liderança na empresa, desenvolvem ferramentas para lidar de maneira mais assertiva com os desafios impostos no ambiente profissional. Acreditamos que a troca de experiências seja a melhor forma de promover esse desenvolvimento.

Alguns pontos foram fundamentais para a elaboração do formato: o programa deveria ser orquestrado de maneira estruturada, com propósito, buscando benchmarks de mercado e feedbacks de mentoras que já haviam participado de eventos similares. Após três meses de conversas, pesquisas e estudos de materiais, o grupo chegou a um consenso de formato que entendeu ser o que teria mais match com o perfil das mentoras e mentoradas e com o objetivo do projeto. O primeiro ciclo da mentoria foi organizado para ser um MVP (sigla de um termo dado a um produto minimamente viável para ser colocado em teste e as pessoas darem um feedback do que é possível melhorar e do que sentiram falta na primeira versão) e funcionou da seguinte forma:

  • As colaboradoras optaram por serem mentoras e/ou mentoradas
  • O programa teve duração de 6 semanas, com 1 hora semanal
  • Todas as inscritas participaram de um evento de boas-vindas
  • As mentoras passaram por um treinamento e receberam um material de apoio com sugestão de roteiro e ferramentas para a mentoria
  • Trouxemos no treinamento um módulo específico de alertas sobre tipos de assédio e termos como mansplanning e manterrupting

A mentoria foi lançada oficialmente em outubro de 2022 em um evento interno chamado MB Week (encontro trimestral em que são apresentadas todas as ações do último trimestre e os resultados da empresa), no qual todos os colaboradores do MB participam e as inscrições foram praticamente instantâneas. 

Resultados do Programa

O Programa foi concluído na última semana de 2022 e o novo ciclo já está sendo elaborado pelo grupo de afinidade. Os números abaixo mostram um pouco do engajamento das colaboradoras do MB:

  • 26,5% das mulheres do MB se inscreveram no programa
  • 13,2% optaram por ser mentoradas
  • 9,97% optaram por ser mentoras e mentoradas
  • 3,29% optaram por ser mentoras (exclusivamente)

Convidamos algumas mulheres do primeiro evento para compartilharem como foi a experiência:

“Quando topei o desafio de ser uma Mentora MB, confesso que tive um frio na barriga enorme, rsrs… Não conseguia entender como poderia mentorar alguém e até mesmo duvidava da minha capacidade.

Ao ser mentora e, no final, realmente ver o impacto na vida da minha mentorada e toda a admiração que ela tinha por mim e por nossos encontros, entendi como era grande o meu impacto no desenvolvimento profissional e pessoal de um talento. Isso me encheu de realização. Posso afirmar que foi durante o meu processo de mentoria, sendo mentora e mentorada, que consegui entender de forma plena o meu propósito de vida: desenvolver pessoas! Trabalhei esse mesmo aspecto nas duas vertentes, desenvolvendo a liderança ao ser mentora e aprendendo a como liderar sendo mentorada.”

Larissa Menezes, Product Marketing Manager

“A mentoria foi muito importante no meu desenvolvimento de autoestima profissional e no processo de me entender em uma posição de liderança.

Foi por meio da mentoria também que iniciei meu processo de terapia com psicóloga, muito pautado pelos pontos levantados nas trocas com minha mentora, e tem sido muito especial me conhecer mais em diversos pilares.

Como mulher, refletir sobre as questões tão pulsantes de autossabotagem e crenças limitantes me fez refletir sobre meu posicionamento profissional e como lidar de forma muito mais leve – e, ao mesmo tempo, mais segura – com o papel em que atuo no MB.” 

Amanda Nunes, Coordenadora de Marketing de Influência

“Mentoria realmente é algo que me encanta. Poder compartilhar experiências, histórias e conhecimentos é uma troca que engrandece.

A experiência com a minha mentorada trouxe ainda mais aproximação, sinergia. Ver que a nossa vivência pode ajudá-la em uma tomada de decisão e encurtar caminhos é muito gratificante – e o mais importante é conhecermos de outra forma pessoas com as quais, às vezes, não temos tanto contato no dia a dia.

Estabelecemos uma relação de confiança que já está rendendo frutos e atuação em novos projetos para o MB.

Esse programa é um exemplo de que santo de casa faz milagre sim… nosso time é incrível!!!”

— Flavia Bitencourt, Manager Learning & Development

De forma geral, o MVP do Programa foi um grande sucesso e a ideia é que, a cada edição, ajustes e melhorias sejam feitos. 

Qualquer programa de mentoria é extremamente benéfico para os participantes – tanto mentores quanto mentorados. Ter o acompanhamento e o apoio de um mentor experiente é uma ferramenta muito importante e valiosa. Então, acreditamos que a implementação estrutural desse programa focado em gênero vai trazer um impacto muito positivo na preparação de mulheres, a fim de torná-las líderes no MB.

Autoras:

Yasmin Hund
Faz parte do time de M&A e Corp Dev do MB, conduzindo as atividades de M&A, CVC e Relação com Investidores. Além disso, é lider do Crypto Ladies, grupo de afinidade que defende a equidade de gênero dentro da companhia. Antes de se juntar ao MB, trabalhou com M&A Advisory em transações de diferentes setores.

Fernanda Coletti
É membro do Grupo de Afinidade Crypto Ladies. Integra o time de Produtos do MB com foco em evolução das plataformas e ações de crescimento. Faz parte do time MB há três anos e acompanha de perto as ações de inclusão da empresa desde seu primeiro ano.

https://www.mercadobitcoin.com.br/economia-digital/coluna/mulheres-no-mb-o-impacto-da-mentoria-na-conquista-de-espaco/
Destaques Autor
img:Crypto for All

Crypto for All

Saiba mais
Destaques Comentários