img:Ethereum
Ethereum - ETH
R$ 18.960,09 5.74%
img:XRP
XRP - XRP
R$ 2,99 4.06%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
R$ 0.00010806 10.31%
img:Solana
Solana - SOL
R$ 858,98 4.5%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
R$ 1,97 4.8%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
R$ 352.372,39 5.12%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
R$ 5,45 -0.17%
img:Cardano
Cardano - ADA
R$ 2,44 2.47%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
R$ 4,45 7.28%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
R$ 0.39759598 5.13%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
R$ 18.960,09 5.74%
img:XRP
XRP - XRP
R$ 2,99 4.06%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
R$ 0.00010806 10.31%
img:Solana
Solana - SOL
R$ 858,98 4.5%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
R$ 1,97 4.8%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
R$ 352.372,39 5.12%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
R$ 5,45 -0.17%
img:Cardano
Cardano - ADA
R$ 2,44 2.47%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
R$ 4,45 7.28%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
R$ 0.39759598 5.13%
Redação Redação
a- A+

O Bitcoin é mais do que uma moeda digital; é um software em constante evolução. Além de servir para transações financeiras, seu banco de dados blockchain permite o armazenamento seguro de dados. Este aspecto tem despertado o interesse de vários serviços que buscam aproveitar a robustez e segurança dessa tecnologia. 

Entre as novidades mais intrigantes nesse campo está o Runes do Bitcoin, uma inovação que expande ainda mais as possibilidades de uso do blockchain.

O que é o Runes do Bitcoin?

Os ativos digitais (tokens) registrados em blockchains se popularizaram em 2017 com o advento dos ERC-20 na rede Ethereum, dando origem a diversas aplicações. Essa inovação facilitou o lançamento de ativos digitais sem precisar criar um novo blockchain ou buscar sua própria rede de validadores.

Desde então, essa ideia foi adotada por diversas outras redes que buscaram replicar o sucesso do Ethereum. Entre as mais recentes adaptações está o Runes do Bitcoin, que traz o conceito de tokens para a criptomoeda mais conhecida do mundo de maneira inovadora, oferecendo uma nova camada de funcionalidades e aplicações.

Quem criou o Runes do Bitcoin?

O Runes do Bitcoin foi criado por Casey Rodarmor, um desenvolvedor envolvido com o projeto Ordinals. O protocolo foi lançado no bloco 840,000 do blockchain do Bitcoin, quando ocorreu o halving em abril de 2024. Esse projeto foi divulgado inicialmente em setembro de 2023, aproveitando o protocolo Ordinals.

Tecnicamente, Runes utiliza a função OP_RETURN do Bitcoin, que permite incluir até 80 bytes de dados numa transação. Esta funcionalidade já existia e não exigiu mudanças no código, apenas aproveitou esse canal para permitir a criação de tokens em seu ecossistema.

O que é Ordinals do Bitcoin? Qual a diferença para o Runes?

Ordinals é um protocolo que inscreve dados diretamente nos satoshis, as menores unidades do Bitcoin, permitindo a criação de tokens não-fungíveis (NFTs), portanto imutáveis e indivisíveis. Na prática, o Runes funciona como uma camada especializada permitindo a qualquer pessoa criar e administrar tokens fungíveis, ou seja, intercambiáveis sem perda de valor.

O Runes do Bitcoin opera como um sistema de tokens que utiliza as inscrições para vincular dados ou “Runas” a esses satoshis, criando uma camada adicional de funcionalidades. Isso permite a interação desses tokens com contratos inteligentes (smart contracts) e aplicações externas, ou seja trazendo funcionalidades que não existem na linguagem-padrão do blockchain do Bitcoin.

O que é UTXO do Bitcoin, e como o Runes usa essa tecnologia?

UTXO, sigla para “Unspent Transaction Output” (Saída de Transação Não Gasta), é como o Bitcoin rastreia as moedas que ainda não foram gastas na rede. Imagine UTXOs como “trocos” em sua carteira; cada vez que você recebe Bitcoins, esses UTXOs representam seu saldo não gasto. 

Runes aproveita essa mecânica ao criar UTXOs especiais que armazenam dados adicionais via protocolo Ordinals. Isso permite a emissão e gerenciamento de tokens no blockchain do Bitcoin, estendendo suas funcionalidades sem comprometer sua estrutura e segurança original.

O que é o BRC-20 do Bitcoin e qual a relação com Runes?

BRC-20 é um padrão de token proposto para o Bitcoin, inspirado pelo famoso ERC-20 do Ethereum. Este padrão define um conjunto de regras e funções que um token deve seguir para ser reconhecido e interoperável no ecossistema Runes. 

Runes do Bitcoin não utiliza o padrão BRC-20, optando pelo protocolo Ordinals para inscrever dados diretamente nos satoshis do Bitcoin. Isso cria ativos digitais únicos sem necessitar de um padrão de token. 

Essa abordagem permite uma integração mais direta e imutável com o blockchain do Bitcoin, focando na individualidade de cada “Runa” criada.

Como uma Runes é gerada? Como ocorre sua transferência?

A criação de uma Runes começa com a inscrição de dados em um satoshi específico, utilizando o protocolo Ordinals. Essa “Runa” é então registrada no blockchain com um identificador único e associada a um UTXO. 

Para transferir uma Runes, o detentor deve criar uma transação que reatribui esse UTXO para outro endereço na rede Bitcoin. Esse processo garante que a Runes seja transferida de forma segura e transparente, mantendo a rastreabilidade e a integridade do token.

Onde criar (cunhar) Runes no Bitcoin? 

Serviços como o Luminex, Unisat e Magic Runes permitem aos usuários criar e cunhar suas próprias Runes do Bitcoin. O processo é geralmente simples e envolve apenas alguns passos.

Passo 1: Criar uma Conta

  1. Acesse o site https://magicrunes.io.
  2. Clique em “Sign Up” ou “Registrar” para criar uma nova conta.
  3. Preencha o formulário com seu endereço de email, senha e qualquer outra informação solicitada.
  4. Verifique seu email para a confirmação da conta e clique no link de verificação.

Passo 2: Configurar sua Carteira

  1. No painel de controle do Magic Runes, procure a opção para conectar sua carteira de criptomoedas.
  2. Selecione a carteira que você deseja usar (por exemplo, MetaMask, TrustWallet) e siga as instruções para conectar.
  3. Certifique-se de que você tem Bitcoin na carteira que será usada para a cunhagem.

Passo 3: Criar o Design do Rune

  1. No menu principal, clique em “Create Rune” ou “Criar Rune”.
  2. Escolha um template ou comece um design do zero.
  3. Utilize as ferramentas de design disponíveis no site para criar seu Rune personalizado. Você pode adicionar imagens, textos e escolher cores.

Passo 4: Configurar os Detalhes do Rune

  1. Após finalizar o design, você será solicitado a configurar os detalhes do seu Rune.
  2. Defina a quantidade de Runes que deseja cunhar e outras propriedades, como raridade e atributos especiais.
  3. Revise todas as informações para garantir que estão corretas.

Passo 5: Cunhar e Lançar o Rune

  1. Com o design e configurações finalizados, clique em “Mint Rune” ou “Cunhar Rune”.
  2. O site solicitará uma confirmação e mostrará o custo de transação (taxa de mineração).
  3. Confirme a transação na sua carteira de criptomoedas.

Após a confirmação, seu Rune será cunhado e adicionado à blockchain do Bitcoin. Certifique-se de revisar todas as instruções de cada plataforma, pois podem haver variações específicas nos processos ou nas taxas cobradas.

Qual a principal crítica ao Runes do Bitcoin?

A principal crítica ao Runes do Bitcoin concentra-se no uso intensivo de espaço no blockchain, o que pode levar a um aumento no tamanho das transações e, por consequência, no custo de armazenamento. 

Essa característica pode impactar a rede com taxas de transação mais altas e tempos de processamento mais longos, especialmente durante períodos de alta demanda. Críticos apontam que isso poderia afastar o uso do Bitcoin para transações financeiras simples em favor de outros usos menos tradicionais.

Qual a opinião e expectativas do criador Rodarmor?

Casey Rodarmor, o criador de Runes, vê o protocolo como uma evolução natural do uso do Bitcoin, explorando sua capacidade de armazenar dados de forma permanente e segura. 

Casey expressou otimismo sobre a capacidade de Runes de abrir novos caminhos para aplicações no Bitcoin, acreditando que, apesar das críticas, o desenvolvimento de ferramentas como Runes pode levar a uma maior adoção e inovação dentro do ecossistema do Bitcoin.

Quais as possibilidades de expansão e benefícios do Runes para o Bitcoin?

As Runes podem expandir as funcionalidades do Bitcoin ao introduzir a capacidade de manipular e interagir com tokens nativos. Isso abre possibilidades para aplicações em áreas como contratos inteligentes, sistemas de votação, e até mesmo formas digitais de arte e propriedade intelectual. 

Essa expansão pode atrair um novo grupo de usuários e desenvolvedores para o ecossistema do Bitcoin, diversificando seu uso e fortalecendo sua posição como uma plataforma tecnológica além de simples moeda digital.

Onde acompanhar as listagens e negociações de Runes?

Para acompanhar as listagens e negociações de Runes, pode-se utilizar o GeniiData, uma plataforma robusta que oferece análise de dados e APIs para acompanhar informações em tempo real. Além disso, Cube Exchange é um exemplo de mercados secundários onde Runes podem ser negociadas. 
Agora que você sabe o que é Runes do Bitcoin e como esse protocolo permitiu a criação e transferência de tokens nesse blockchain, aproveite para comprar Bitcoin (BTC) na exchange mais segura da América Latina, o MB.

https://www.mercadobitcoin.com.br/economia-digital/bitcoin/runes-do-bitcoin/
Destaques Autor
img:Redação

Redação

Estamos aqui para oferecer a você conteúdo de qualidade que o ajude a navegar com confiança pelo universo dos criptoativos. Nosso compromisso é fornecer análises precisas e perspectivas aprofundadas sobre os mais recentes desenvolvimentos no mercado cripto. Acreditamos que a educação é fundamental para o sucesso no mundo dos criptoativos, e é por isso que nos esforçamos para tornar nossos artigos acessíveis e compreensíveis para investidores de todos os níveis de experiência.  Estamos aqui para ser seu guia confiável no universo em constante evolução das moedas digitais. Seja bem-vindo e fique à vontade para nos acompanhar em nossa missão de tornar o mundo das criptos mais acessível, compreensível e lucrativo para todos!

Saiba mais
Destaques Comentários